quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Quarta-feira de Cinzas

Rasgai o Coração, e não as vestes; voltai-vos para o Senhor!
A Quarta feira de Cinzas na Paróquia\Santuária Nossa Senhora de Nazaré, foi marcada por Santa Missa na Igreja do Rosário as 18h e no Santuário às 19:30h, nesta ultima aconteceu a abertura oficial da Campanha da Fraternidade e em ambas os fiéis puderam receber o sinal penitencial das cinzas. Esteve Presente, presidindo e concelebrando, Padre Adenir,SCJ, amigo da Paróquia.

Padre Rondineli em sua homilia propôs um itinerário quaresmal baseado na pratica da oração, do jejum e da caridade como meios para uma frutuosa conversão do coração. Em sintonia com a Campanha da Fraternidade, cujo tema é:" Fraternidade e superação da violência" , o pároco sugeriu  ainda aos paroquianos,unir as praticas citadas ao exercício do perdão das violências sofridas pessoalmente ou impostas as outros. Agindo desse modo é possível abrir caminho para a paz tão desejada, concluiu o Padre.

O Tempo  Litúrgico que teve inicio nessa quarta-ferira se encerrará com as celebrações da Quinta-ferira Santa. É um período propicio ao crescimento espiritual e humano na vida do católico desejoso de configurar seu modo de viver ao de Cristo Jesus.
Ao final da celebração foi distribuído um panfleto: Jornada Quaresmal, rico subsidio com propósitos diários para quem deseja ir além em seu caminho de conversão.       
Ana Luíza de Oliveira 
Carmen Nogueira 

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Missa rural no povoado do coqueiros

No ultimo domingo,06, a comunidade rural do Coqueiros teve a graça da celebração  Eucaristia. O povo de Deus se reuniu cheio de alegria e fé para o rico banquete da Palavra e do Pão, alimentos indispensáveis na caminhada do batizado. 

Durante a homilia Padre Rondineli ressaltou a vida de Jó como exemplo de quem perdeu tudo,mas não perdeu sua fé , pediu para  termos força não para fazer o mal e sim para ter  uma vida saudável para fazer o bem  e testemunhar, com todos os instrumentos , com a música ,a voz, os gestos e todo o modo de viver.
Luan Braz

domingo, 4 de fevereiro de 2018

São Braz é invocado com devoção e o Grupo JUCC canta louvores por seus 12 anos de caminhada

Em louvar-vos Senhor nossa voz seja vibrante!

A Paróquia\Santuário Nossa Senhora de Nazaré festejou o Santo protetor da garganta com muita devoção e confiança. São Braz foi invocado durante a celebração vespertina do 5º   Domingo do Tempo Comum, na Igreja do Rosário. Nessa celebração os jovens se fizra presentes de modo especial para agradecer os 12 anos de existência do JUCC  na comunidade.

Padre Rondineli, baseado na liturgia da Palavra, falou ao povo sobre a necessidade da confiança em Deus mesmo diante das provações da vida. Exemplo eloquente de tal modo de viver é o personagem bíblico Jó,e a resposta dessa confiança se encontra na pessoa de Jesus que cura a Sogra de Pedro.
É por meio da adesão fiel  a Cristo que São Braz realizou a sua missão e nesse mesmo espirito ele deve ser invocado,e não só diante dos males físicos mas sobretudo diante daqueles que impedem a plenitude da vida.


Ana Luíza de Oliveira, Carmen Nogueira 

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Festa da Apresentação do Senhor

" Podeis deixar o vosso servo ir em paz, pois meus olhos viram a Salvação que vem de Deus!"

A Igreja celebrou na ultima sexta-feira,2, a festa da Apresentação do Menino Jesus no Templo de Jerusalém. A festa coincidiu com a primeira sexta feira do mês e por isso foi marcada por adoração ao Santíssimo Sacramento, pelos membros do Apostolado da Oração seguida  Benção e logo após celebração Eucarística.  As celebrações aconteceram na Capela de São Sebastião desde às 18h.
A Missa teve inicio na parte externa da Igreja com o rito de benção das velas, todo o povo de Deus fez a experiência de entrar na casa de Deus com suas velas acesas simbolizando a constante busca pelo Senhor Jesus Luz que ilumina a vida humana.

Esta festividade religiosa recorda o momento em que Maria e José levam o Menino Jesus ao Templo, entregando-o ao seu Pai e ao seu povo, e celebra o início do mistério salvífico, uma vez que a Apresentação de Jesus no Templo marca o começo do mistério do sofrimento redentor do Senhor, que culminará décadas mais tarde no Calvário. Com este sacrifício realizado pela sua família, Jesus é introduzido no seu povo e assume a sua humanidade.
Em sua homilia Padre Rondineli destacou a felicidade de Simeão ao ver o Menino Deus e a atitude de serviço constante a Deus,no templo, vivida por Ana.Diante de tais exemplos a comunidade foi questionada sobre sua fé no Cristo como Senhor da História e Salvação do gênero humano. Uma fé que deve comportar atitudes e gestos concretos de amor a Jesus.


Conforme a tradição, as velas abençoadas na Apresentação do Senhor serão utilizadas para a benção das gargantas na festa de São Brás. Está acontecerá após a missa das 19h, sábado,03, na Igreja do Rosário às 19h.
Ana Luíza de Oliveira

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Comunidade do Palmital celebra seu patrono

“Sebastião Santo, de Jesus querido, livrai-nos da fome, da peste e da guerra e de todo perigo.”
Aos 28 dias do mês de janeiro,  a comunidade rural do Palmital celebrou o seu patrono, São Sebastião. O dia de festa foi marcado por missa, procissão e leilão de gado e prendas. Às 13h aconteceu a Santa Missa, presidida pelo pároco Padre Rondineli Cristino, que refletiu sobre a caminhada de cristão colocando como exemplo o santo mártir, que teve um duplo martírio. 

As flechadas não foram capazes de derrubá-lo e nem desanimá-lo e permanecendo firme testemunhou o Cristo até a morte.A missa contou com grande número de fiéis do povoado e da região, que ao término da celebração saíram em procissão com a venerada imagem de São Sebastião. Após as celebrações religiosas aconteceu um animado leilão de gado e prendas.

Matéria- João Vitor Abreu
Fotos-Luan Braz

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Missa de 7º dia de Dom Célio de Oliveira Goulart

A Cruz é a força de Deus
O Dia da Novena Perpétua em Honra a São Peregrino em 2018, celebrado na última quinta-feira , 25,coincidiu com a Festa da conversão do Apóstolo Paulo e com a memoria de 7º dia do falecimento de Dom Célio. A celebração aconteceu na Igreja do Rosário e muitos foram os paroquianos que se reuniram para rezar por seus enfermos, entes queridos e pelo eterno descanso do querido Bispo. 
Padre Rondineli destacou em sua homilia a providencia de Deus presente nos acontecimentos celebrados: Conversão de São Paulo, Novena a São Peregrino, homem cuja vida foi marcada pelo câncer e em meio aos sofrimentos se santificou e Sétimo dia da partida de Dom Célio, vitima do câncer. A vida desses servos de Deus é um convite a reflexão sobre como cada um tem feito seu encontro com o Senhor e sobre a verdade desse encontro.E ao mesmo tempo é um sinal de que a confiança em Deus nunca será em vão, pois, como ensinou Dom Célio: "A cruz é a força de Deus."
Luan Braz

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Carta para o 52º dia mundial da Comunicação Social

Na festa litúrgica de São Francisco de Sales, doutor da Igreja e patrono dos escritores, o Sumo pontífice Papa Francisco divulgou a carta enviada a todos que atuam nos meios de Comunicações Sociais visando a reflexão e preparação para o 52º dia Mundial das Comunicações a ser celebrado no dia 13 de Maio de 2018, solenidade da Ascensão do Senhor. 
O tema para meditação nesse ano é “A verdade vos tornará livres” (Jo 8, 32)”. Fakenews e jornalismo de paz" onde a Sua Santidade exorta o cuidado e a atenção dos comunicadores para com a verdade. 
O dia das comunicações é celebrado juntamente com a Solenidade da Ascensão do Senhor, episódio da vida de Jesus em que Ele deixa a cargo de seus discípulos a Missão de Evangelizar o mundo. Sobre esse dia Dom Devair Araújo da Arquidiocese de São Paulo diz: “A solenidade da Ascensão do Senhor é uma grande alegria para nós. O que foi uma promessa, agora está plenamente realizado. Em Cristo, tudo aquilo que nós esperávamos, de fato, se cumpriu. Em Cristo, tudo aquilo que nós aguardávamos – aquilo que o pecado havia roubado de nós – nos foi entregue. Em Cristo, com a graça Deus, nós agora teremos um lugar junto ao Pai. Estamos no Mistério de Deus. Cristo é a realização dessa promessa”
A Pastoral da Comunicação do Santuário de Nossa Senhora de Nazaré fará chegar a todos a Carta do Santo Padre o Papa através de postagens quinzenais e/ou semanais com reflexões sobre as quatro partes do texto. Nesse primeiro momento, será divulgada a introdução da Carta e posteriormente os demais trechos para que todo povo de Deus quem faz uso do blog para visualização possa entender melhor a vontade do Papa para as atividades dos meios de comunicação. 

Palavras do Sumo Pontífice Papa Francisco
Queridos irmãos e irmãs!
No projeto de Deus, a comunicação humana é uma modalidade essencial para viver a comunhão. Imagem e semelhança do Criador, o ser humano é capaz de expressar e compartilhar o verdadeiro, o bom e o belo. É capaz de narrar a sua própria experiência e o mundo, construindo assim a memória e a compreensão dos acontecimentos. Mas, se orgulhosamente seguir o seu egoísmo, o homem pode usar de modo distorcido a própria faculdade de comunicar, como o atestam, já nos primórdios, os episódios bíblicos dos irmãos Caim e Abel e da Torre de Babel (cf. Gn 4, 1-16; 11, 1-9). Sintoma típico de tal distorção é a alteração da verdade, tanto no plano individual como no coletivo. Se, pelo contrário, se mantiver fiel ao projeto de Deus, a comunicação torna-se lugar para exprimir a própria responsabilidade na busca da verdade e na construção do bem. Hoje, no contexto duma comunicação cada vez mais rápida e dentro dum sistema digital, assistimos ao fenómeno das “notícias falsas”, as chamadas fake news: isto convida-nos a refletir, sugerindo-me dedicar esta Mensagem ao tema da verdade, como aliás já mais vezes o fizeram os meus predecessores a começar por Paulo VI (cf. Mensagem de 1972: “Os instrumentos de comunicação social ao serviço da Verdade”). Gostaria, assim, de contribuir para o esforço comum de prevenir a difusão das notícias falsas e para redescobrir o valor da profissão jornalística e a responsabilidade pessoal de cada um na comunicação da verdade.
Pastoral da Comunicação Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Nazaré

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Não lhe tiraram o estandarte da Fé

Paróquia festeja o glorioso mártir de Cristo São Sebastião
O nome de Deus Pai todo poderoso foi bendito por devotos que agradecem ao Criador por ter colocado em meio aos homens um ser humano diferente, de carne e osso, mas com alma celeste, Sebastião o soldado romano que abdicou de grandes cargos aos olhos dos viventes para lutar no exército de Nosso Senhor. 
No sábado, 20, os paroquianos do Santuário de Nossa Senhora de Nazaré se reuniram na Praça que rodeia a Igreja de São Sebastião para iniciarem os festejos ao grande mártir às 18h30min. A veneranda e belíssima imagem do Santo de Cristo saiu em procissão pelas ruas da cidade para que o povo de Deus professasse sua fé na intercessão do mártir que livra os homens da fome, da peste e da guerra. 
O povo de Nazareno guarda há gerações a devoção a São Sebastião, essa por sua vez, é herança de muitos pais, avós, sitiantes e agropecuaristas que louvam o santo por sua proteção constante. 
À chegada da procissão, no interior da Igreja foi celebrada a Santa Missa pela memória de São Sebastião. Destacava-se a cor vermelha fazendo menção ao sangue que o soldado derramou, pois optou por não abrir mão da fé em Jesus Cristo, nosso Senhor. 
A Santa Missa também foi rezada pela alma do pastor diocesano, Dom Célio de Oliveira Goulart de quem a diocese se despediu na manhã desse mesmo dia 20. 
No final da Santa Missa, houve a bênção do sal e da água e posteriormente o leilão de prendas na porta da Igreja. 
A festa continuou no dia 21, domingo. Para tal estavam marcadas três missas, às 8h, 10h e 19 horas. Com o falecimento do bispo da diocese, Dom Frei Célio de Oliveira Goulart, as duas primeiras missas do dia foram canceladas, mas mesmo assim, os paroquianos não perderam o clima de oração e se reuniram para a Santa Missa de encerramento. 
Houve também a partir das 13 horas um grande leilão de gado em prol da festa do santo mártir. Tanto os doadores dos animais quanto os arrematadores responderam positivamente a este convite.
A celebração das 19 horas foi presidida pelo pároco que, em sua homilia, falou que Cristo é o Senhor que nos chama à conversão e espera que cada um de nós responda positivamente ao seu convite. Deus enviou o profeta Jonas à cidade de Nínive para que despertasse naquele povo o desejo de fazer as coisas conforme o desejo do coração de Deus, e eles procuraram não desobedecer mais a Deus, e Deus suspendeu o mau que havia prometido fazer-lhes. 
No final da homilia o padre mencionou a vida de São Sebastião, que poderia ter tido honrarias se adorasse ao imperador Diocleciano, mas preferiu ser torturado e desfigurado até a morte sem jamais abandonar o único Deus que é Jesus Cristo, que merece toda a glória e todo o louvor.
O lema do Ano Nacional do Laicato diz a cada um para serem sal da terra e luz do mundo. O sal, muito além de tempero, serve para curar dores, feridas e inchaços e após abençoado no fim da celebração todos puderam levar para casa para que todas as vezes que fizerem uso ou nele fitarem os olhos se lembrem do exemplo do mártir que foi sal no mundo padecente e luz para os carentes de amor.
São Sebastião, rogai a Deus por nós!

Matéria: Josiédson Expedito, Rodrigo Augusto,
Fotos: Carmen Nogueira, Helder Costa, Luan Braz, Rodrigo Augusto